Amor próprio é o suficiente primeiramente

large (1)Já não era suficiente as noites que passava chorando e por mais que doesse não tinha mais lágrimas para isso. Queria fazer de qualquer maneira que a dor parasse, mas não conseguia. Era um corpo vegetando pelo mundo, sem vida e sem motivação. Era assim que ela se sentira, porém nem tudo estava perdido. Conhecera uma forma de não deixar que nada nem ninguém acabasse com o que ainda restara de amor próprio e trabalhara nisso arduamente para ser reconstruído. Se sentia no fundo do poço por que pessoas maldosas a queriam diminuir, mas ela não sabia que meio mundo tenta isso. Lhe por pra baixo a qualquer custo, mas é sua opção se mostrar vulnerável a isso. Sempre irá existir alguém que iria pôr ela pra baixo, mas se cansou de ser tão massacrada pelo o que a sociedade a impõe, resolveu dar um grito de liberdade e foi o grito que ela dera que a salvou de toda a dor. Viu que não precisa ser alguém que não é e sim ser ela mesma e se amar por ser o que é. Mais uma guerreira.

Sei que é difícil ligar o botão “I don’t care“, mas é preciso de vez em quando liga-lo para não deixar o que falam de maldade para você, não se abalar por comentários fúteis e ser você mesma sempre. Espero ter ajudado alguém que esteja passando por isso e amiga, só mais um lembrete: Se ame muito mais do que qualquer outro. Se amar é essencial.

(Rapha)

Anúncios

Coloque sua opinião :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s